.Jardim de Guerra, 1968, Neville d’Almeida

num dia marcante como esse, nas votações sobre o impechment, achei de bom tom rever um pouco de História do Brasil hoje.

e, geralmente, os filmes me ajudam com isso.

parei pra ver Jardim de Guerra, 1968, direção Neville d”Almeida, pois o filme nos narra um drama ficcional do jovem Edson, que reage contra à militarização do governo brasileiro.

no caderno de poesia dele há a seguinte anotação, que não se sabe bem se é poesia ou referência (o quê no caso não importa, o efeito surtido em nós é o mesmo).

é preciso primeiro que o caos vos habite
para que nasça depois a grande estrela bailarina.
aceito o caos.
mas não sei se o caos me aceita.

.

Neville Duarte de Almeida (1941) é cineasta brasileiro, nascido em Belo Horizonte.

.

.

Leaver a comment