.tédio avec fleurs du mal

colagem feita por meio de referências que fizeram meu dezembro, 2017 mais significativo

.

.

o cenário é emprestado da woodman. coloquei deitado o tédio escabroso da personagem de deserto vermelho junto às hortênsias do rancho das flores do nosso querido poetinha (vm) enfeitando seu cabelo. daí, pra aguardar na cadeira, coloquei as bonecas de bellmer quando fez os estudos para georges bataille, mas coloquei apenas pernas que aguardam e que podem voar quando quiserem. o guarda-chuva e o copo recolhendo as lágrimas de sangue de baudelaire são de magritte, juntos fazem paralelo com o universo estrelado e empurrado de levasseur – e umas nuvens pra mostrar que ali tem atmosfera. do outro lado, as mãos ainda de woodman carregam a sombra de um dos pombos de kertesz, os óculos que ele esquece em cena e a flor que nasce do concreto e escorre como resultado disso.

.

.

Leaver a comment